segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Juventude Missionária planeja projetos de animação e cooperação


O Grupo de Trabalho “Missão e Espiritualidade”, uma das equipes de apoio para o funcionamento do Plano Trienal de Ação da Juventude Missionária do Brasil se reuniu na sede das Pontifícias Obras Missionárias (POM) em Brasília (DF) para tratar de projetos de animação e cooperação missionária.

O grupo tem como objetivo fortalecer o ardor missionário e o compromisso da Juventude Missionária (JM) com a missão ad gentes. O encontro nos dias 25 e 26 de novembro, contou com a participação das jovens Leidiane (PA), Fabiana Rodrigues (GO) e Daniela Gamarra (RS), e do jovem Daniel Bitencourt (BA) juntamente com o secretário da Obra da Propagação da Fé, padre Badacer Neto.

Os principais temas abordados foram a conclusão e o alinhamento das propostas relacionadas a três projetos de animação e cooperação missionária. O primeiro é a Missão Sem Fronteiras realizada anualmente pelos jovens que participam da JM e assessores da IAM, que se mobilizam durante dez dias em uma realidade de algum estado do Brasil, onde participam de formação, retiro e ações missionárias.

Outro projeto é a Juventude Ad Gentes, uma ação missionária que envolve o envio de dois jovens para uma experiência de missão fora do Brasil. Este projeto visa despertar os jovens para a dimensão universal da missão de Cristo motivando-os a doarem suas vidas em favor do Reino de Deus.

Um terceiro projeto é a Corrente Solidária, uma forma de cooperação missionária entre a Juventude Missionária do Brasil e os locais que receberão os jovens missionários do projeto Juventude Ad Gentes. O objetivo é reforçar o próprio carisma da JM que não deve olhar só para dentro, mas deve também colocar os pés e o coração na missão ad gentes além-fronteiras.

“Estes projetos são ações concretas que fazem parte de nossa identidade”, explica o jovem Daniel Bitencourt, coordenador estadual da JM da Bahia. “Percebemos a importância deles sobretudo por conta da mobilização por uma realidade, que faz com que os grupos saiam cada vez mais ao encontro das pessoas, provocando uma abertura de mentalidade e confirmando nosso carisma a universalidade”.

A Juventude Missionária deseja efetivar estes projetos no próximo ano em comunhão com as demais ações do Plano Trienal. Com ousadia e a força do Espírito Santo, protagonista da missão, todos os grupos de JM são convocados a conhecer e viver estes projetos em suas comunidades, dando passos firmes e maduros no discipulado missionário de Cristo.

GT Missão e Espiritualidade da JM do Brasil

Nenhum comentário: