sexta-feira, 7 de abril de 2017

Juventude Missionária cria novos grupos na Diocese de Barreiras


A Juventude Missionária (JM) foi implantada na diocese baiana de Barreiras, no início do ano de 2016, na paróquia São Gonçalo situada na cidade de Mansidão (BA). Na ocasião os jovens assumiram o compromisso de em 2017 criar novos grupos de JM em outras paróquias do território diocesano.

Assim, foram criados grupos também na paróquia Menino Deus, na cidade de Cristópolis (BA) e na paróquia Senhor do Bonfim, em Baianópolis (BA). O objetivo é animar a juventude dessas cidades e apresentar a identidade e o carisma das Pontifícias Obras Missionárias (POM) para a comunidade.


Para Emerson Dias, o articulador diocesano da JM, a grande motivação foi o mandato missionário e também os apelos do papa Francisco. “A juventude quer viver uma revolução, uma revolução integral, querem buscar transformar as realidades. E nós somos chamados a isso, chamados a sermos transformadores de realidades anunciando a Boa Nova, difundindo a Cultura do Encontro que parte dentre outras coisas de um estado permanente de missão da Igreja”, relatou o jovem.

Os encontros de implantação foram realizados entre no meses de janeiro e fevereiro deste ano.O processo de implantação foi organizado e conduzido pelos membros do Conselho Missionário Diocesano (Comidi), a Pastoral Vocacional, o seminarista do Propedeutico, João Victor, os párocos das duas paróquias e o articulador diocesano da JM, Emerson Dias.

Nas duas cidades foram feitos encontros formativos, experiência missionária com visitas nas casas, cinema jovem e uma confraternização. Também foi criado um grupo de JM na comunidade de Cantinho, zona rural de Cristópolis. Entre as atividades foi feita uma releitura do Ano da Misericórdia e uma projeção do Ano Mariano.

Hoje a diocese já conta com dez grupos de JM em todo o seu território: sete em Mansidão; dois em Cristópolis e um em Baianópolis. “É lindo ver isso, ver jovens buscando a santidade e a preferência radical pelos pobres, se entregando exclusivamente para Deus, compreendendo a dimensão missionária. Jovens buscando ter um encontro pessoal e real com Cristo. E isso me emociona em saber que também sou motivador disso”, relata Emerson Dias.

Com informações da JM de Barreiras (BA)

Nenhum comentário: