terça-feira, 5 de abril de 2016

Regionais Norte 3 e Centro-Oeste celebram caminhada missionária em Porto Nacional (TO)


Celebrar a caminhada é uma das quatro áreas integradas vivenciadas pelas obras missionárias. Cerca de 300 jovens e adolescentes dos estados de Goiás, Distrito Federal e Tocantins estiveram reunidos na diocese e cidade de Porto Nacional (TO) para partilhar a alegria do discipulado missionário. Eles participaram do XI Encontro Regional de Jovens e Adolescentes Missionários, realizado de 01 a 03 de abril.

O encontro teve como tema “Jovens e Adolescentes Missionários, misericordiosos com a nossa casa comum”, em comunhão com as temáticas da Campanha da Fraternidade Ecumênica (Casa Comum, nossa responsabilidade) e da Juventude Missionária (Cultura do Bem Viver) a nível nacional, ambas trabalhadas nesse ano de 2016. O maior objetivo do assunto principal foi conscientizar os jovens para uma “conversão ecológica”, como nos pede o papa Francisco em sua encíclica Laudato si’, sobre os cuidados com nossa casa comum.

A palestra principal foi facilitada pelo jovem Rafael Oliveira, agente da Comissão Pastoral da Terra (CPT), de Araguaína (TO), abordando o tema: “Povos da terra: injustiça e escravidão”. Rafael enfatizou a importância da parceria com a juventude no combate ao trabalho escravo rural, apresentando um panorama das atuações da CPT no estado do Tocantins.

Durante a manhã e a tarde do sábado os encontristas foram distribuídos nas comunidades da paróquia São João Batista, de onde saíram, de porta em porta, levando a palavra de Deus, em obediência ao mandado de Cristo e ao apelo de papa Francisco por uma igreja em constante saída missionária, ao lado dos pobres, excluídos e marginalizados da sociedade.

A jovem missionária Patrícia Soares, da cidade de Palmas (TO), relatou os sentimentos vividos durante os três dias de missão, através das redes sociais. “Deus sabe o quanto Ele me fez crescer neste fim de semana. E por aqui eu posso agradecer toda a Juventude Missionária por sempre acolher a todos, sem nenhum preconceito, sem nenhuma intolerância. Nessa viagem para Porto Nacional (um lugar tão perto mas ao mesmo tempo tão longe de nossos olhos) eu pude ter contato com muitas pessoas diferentes, de muitos lugares do Brasil, mas que vivem a missão assim como nós aqui em Palmas. Pessoas que sabem que para ser um jovem de Cristo, não é preciso deixar de ser jovem. Jovem de Cristo dança, canta, brinca e também aproveita o milagre da vida. Jesus fornece alegria, força, sabedoria para falar sobre Ele quando você está disposto a receber o Espírito Santo. E Este me demonstrou claramente seu poder. Ele nos deu os exatos versículos que precisávamos partilhar em cada casa. Palavras de conforto transmitidas por Deus através de nós. Desabafos que foram recebidos pelos ouvidos missionários. Minhas companheiras de missão sabem o quanto foi difícil segurar as lágrimas”. Para concluir, a jovem ainda exortou os jovens a continuarem os trabalhos missionários em suas comunidades. “Que todas as dioceses continuem trabalhando firme para que essa paixão não acabe”, finalizou.

O lema do evento foi “Ponhamos de lado o medo e vivamos a alegria do encontro” (papa Francisco). Inspirado pela alegria do encontro, Lucas Maurício, jovem missionário de Brasília (DF), partilhou a motivação final do encontro. “O ardor missionário nos motivou a mais um final de semana de experiência e de aprendizado. A missão dos jovens na igreja ganha cada vez mais força e a nossa responsabilidade de espalhar o amor grandioso do nosso Deus a todos os irmãos só aumenta. Voltamos renovados, amadurecendo sempre na fé e na caminhada cristã”, testemunhou.

A noite cultural, no sábado, trouxe apresentações belíssimas relacionadas ao tema e à caminhada cristã, os desafios e superações. Logo após, houve apresentação da banda católica portuense “Amor e Gratidão” animando a noite dos jovens e adolescentes.

A missa de encerramento do ERJAM aconteceu no domingo, na catedral Nossa Senhora das Mercês, celebrada por dom Romualdo Matias Kujawski, bispo da diocese de Porto Nacional (TO) e concelebrada pelo pároco acolhedor do encontro, padre Edisley Batista, pároco da catedral, padre Jucimar Ribeiro e por Monsenhor Juraci. Os jovens levaram a imagem peregrina de Nossa Senhora da Conceição Aparecida do local do encontro até a catedral, em procissão. Na programação também houve o terço missionário pelas ruas da cidade, muita animação e testemunho da 1ª Experiência Missionária Nacional das POM.

O evento contou com a participação do secretário nacional da Pontifícia Obra da Propagação da Fé, Guilherme Cavalli, e do coordenador do Comire Norte 3, padre Eduardo Lustosa. Esse foi o último ERJAM entre o Regional Norte 3 e Centro-Oeste. A partir de agora as estruturas da JM serão organizadas por regional.

Nenhum comentário: