terça-feira, 8 de março de 2016

Juventude Missionária cresce na Amazônia


Apresentar o que é a Juventude Missionária (JM) animada pelas Pontifícias Obras Missionárias (POM) foi o objetivo central do I Encontro de Lideranças da Juventude Missionária (ELJUMI), realizado nos dias 28 e 29 de fevereiro, na prelazia de Borba (AM). O evento foi assessorado pelo padre Marcelo Gualberto, da diocese de Uruaçu (GO) e coordenador do Conselho Missionário Regional (Comire) Centro-Oeste da CNBB.

Representantes das sete paróquias que compõem a prelazia de Borba, somando cerca de 40 jovens, participaram do encontro. O bispo da prelazia, dom Elói Roggia, saudou os jovens e esteve presente em vários momentos do evento.

O Encontro de Lideranças da Juventude Missionária foi solicitado pelos jovens da prelazia de Borba que tiveram contato, em 2014, com os membros da JM do Brasil que foram em missão na I Missão Jovem na Amazônia, organizada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e Pontifícias Obras Missionárias (POM).


A Missão Jovem na Amazônia é gesto concreto do Seminário Nacional de Juventude e Missionariedade, promovido em 2012 em Brasília, pela Pastoral Juvenil da CNBB, preparando lideranças juvenis para a Jornada Mundial da Juventude 2013.

Os cerca de 350 jovens e assessores juvenis que participaram deste seminário pleitearam, junto à CNBB, a realização de uma experiência missionária, em parceria com outras instituições, para que a juventude pudesse vivenciar esta realidade e sugeriram ser na Amazônia. Assim aconteceu a primeira Missão Jovem na Amazônia, em 2014, realizada em quatro dioceses: Parintins, Borba, Coari e Roraima. Em 2015 aconteceu a Missão Jovem na Amazônia em Palmas (TO).

Esses são frutos de todo processo iniciado em 2012 e que, aos poucos, vai se transformando em árvores frondosas.

FONTE: Pontifícias Obras Missionárias,
com informações do Pe. Marcelo Gualberto

Nenhum comentário: