sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Retiro de espiritualidade missionária reúne jovens em Teresina (PI)


A coordenação da Juventude Missionária (JM) da paróquia Nossa Senhora do Perpetuo Socorro (Mafrense) na arquidiocese de Teresina (PI), realizou entre os 06 e 10 de fevereiro o seu 2º Retiro de Espiritualidade Missionária. O encontro aconteceu no Sítio São Carlos, a cerca de 10 quilômetros da cidade de Teresina.

Participaram 35 jovens que partilharam experiências e ressaltaram a importância de servir e caminhar em unidade na missão de Jesus Cristo.

O retiro foi orientado pelo frei Edinaldo Bispo que é Servo do Preciosíssimo Sangue e teve como tema: “Diversidades das Obas na unidade da missão” e lema: “Há diferentes tipos de dons, mas o Espírito é um só” (1 Cor 12,4). Em suas reflexões o frei motivou os jovens à doação ao próximo.

Uma das reflexões abordou o tema da Campanha da Fraternidade Ecumênica deste ano: “Casa comum, nossa responsabilidade”. A coordenadora Regional da JM, Camila Fernandes, falou sobre a Encíclica do papa Francisco, Laudato Si e sobre a cultura do Bem Viver. “Para estarmos em sintonia com a proposta de trabalho deste ano enquanto Juventude Missionária no Brasil, trouxemos a CFE e a cultura do Bem Viver. Assim a compreensão da Encíclica do papa Francisco se tornou atraente para os nossos jovens. Com isso eles terão a coragem de fazer do nosso estado um lugar mais justo e fraterno”, afirmou Camila.

A Irmã Maria Augusta da Silva, das Irmãs Franciscanas de Nossa Senhora dos Anjos, assessora da Infância e Adolescência Missionária (IAM) no Maranhão, conduziu o estudo das cartas de São Paulo aos Efésios e aos Gálatas. As reflexões impulsionaram os jovens a assumirem a missão com maior amor.


O diretor dos Servos do Preciosíssimo Sangue, padre Clemilson dos Santos Araújo, falou sobre a Carta aos Romanos e aos Coríntios. “A partir do estudo é preciso que os jovens estejam dispostos a constituir a justiça para fazer de toda humanidade, Igreja Povo de Deus, no Ano da Misericórdia”, ressalta frei Clemilson em sua homilia durante uma das missas celebradas no retiro.

Os jovens Michelly Alcântara e Felipe Oliveira partilharam suas impressões sobre a 1ª Missão Jovem Sem Fronteiras, experiência realizada por integrantes da JM e da IAM de todo o Brasil, nos 5 a 15 de janeiro em Ananindeua (PA). Segundo eles, a missão sublinhou a importância de sermos uma juventude sem fronteiras assumindo o carisma e um rosto de jovens missionários conscientes e firmes na fé.

A programação abriu espaço ainda para uma Gincana Missionária que animou as equipes a recuperarem tudo o que foi visto durante o retiro. De forma interativa, as brincadeiras e as danças circulares animaram os jovens a trabalharem com alegria e entusiasmo na construção de uma juventude comprometida e responsável.

Para José Lopes, da equipe de coordenação, o retiro propiciou maior consciência missionária na arquidiocese. “Está em nossas mãos o poder, o dever, a obrigação e a necessidade de fazer um mundo melhor para viver e anunciar o Evangelho a todos. Eis a nossa Missão”.

Com informações da JM do Piauí

Nenhum comentário: