sábado, 12 de setembro de 2015

JM de Figueirópolis (TO) realiza encontro de animação missionária


A Juventude Missionária (JM), ligada à Obra da Propagação da Fé (POPF), pertencente às Pontifícias Obras Missionárias (POM), é um organismo de animação missionária para jovens de 15 a 30 anos. Com o objetivo de formar, animar e trazer novos jovens para o grupo, a JM da Paróquia São João Batista, de Figueirópolis (TO), promoveu um encontrão na comunidade. A formação aconteceu na tarde do último domingo, 06, no Salão Paroquial da cidade com a presença do Coordenador Estadual (TO) da JM, George Henrique.

"O objetivo do encontro foi alcançado que era de explicar como funciona a JM e animar novos jovens para a caminhada missionária", avaliou o jovem Deivison Martins, de 17 anos.

O encontro foi iniciado com um momento de oração, guiado pela irmã pastorinha, Terezinha, que levou os jovens a contemplarem o evangelho do dia (Mc 7,31-37). "Foi um momento muito interessante, porque assim aprendemos mais sobre esse carisma. Tivemos momentos de oração, animação e partilha. A missão é urgente e temos sempre que amá-la, buscando a Deus", partilhou a jovem Jacksmeire Santos de 16 anos. A jovem ainda fez um pedido: "Espero que os encontros continuem assim".

O coordenador estadual promoveu um momento de partilha sobre a identidade do jovem missionário, à luz do evangelho de João, capítulo 21, versículos de 15 ao 19, que relata o pastoreio de Pedro. "Jesus pergunta a Pedro por três vezes: 'Simão, filho de João, tu me amas?', ao passo que o discípulo responde: 'Sim, Senhor, tu sabes de tudo, sabes que te amo!'. O jovem missionário é convidado a responder a essa pergunta. A condição mais importante para o amor a Cristo é a missão, o seguimento de Jesus, que no evangelho exorta a cada resposta de Pedro: 'Então vai e apascenta minhas ovelhas'. O sublime amor não vem do ser que se prostra diante de Deus, e sim daquele que vai ao encontro do irmão para lhe oferecer um gesto de carinho e afeto", explicou George Henrique.

A tarde foi cercada de animação missionária, diálogo e oração. "Motivou pessoas que nunca foram ao encontro a participarem. Foi um momento de conquista aos jovens através do amor de Cristo", frisou a jovem Natália Sousa de 16 anos. E, continuou: "Aprendemos cada dia mais a amar à Deus mediante sua Palavra".

A JM de Figueirópolis já tem uma caminhada de 10 anos, juntamente com a Juventude Missionária de todo o Brasil e foi o primeiro grupo do estado a se formar.

Nenhum comentário: