domingo, 19 de julho de 2015

Conectados no WhatsApp Divino


Reconhece-se com muito apreço e gratidão o tremendo avanço tecnológico de nossos tempos, de modo todo particular no que se refere aos meios da comunicação social: a maioria de nós está conectada em vá rias redes sociais. Criam-se grupos, especialmente no WhatsApp, partindo de interesses comuns, ou mesmo por pertencer, no "mundo real", a um grupo particular: círculos de amizades, família, grupos de clube, igreja, esporte, escola, curso, profissão, algum tipo de lazer etc. Esses grupos facilitam a nossa comunicação e planejamento, para que cheguem a bom termo os nossos sonhos e roles. Enfim, conectar-se no WhatsApp é uma moda e quase uma necessidade!

Os evangelhos nos apresentam Jesus Cristo como o Caminho, a Verdade e a Vida (Jo 14, 6). Ele é a luz na qual se tem a certeza de evitar as trevas e possuir a vida em abundância. Efetivamente, Jesus é o WhatsApp divino no qual devemos nos reunir, conectando--nos, sendo membros e administradores do mesmo grupo, fazendo chats na linguagem do próprio Jesus. Neste sentido, Jesus torna-se o centro de todos os projetos de vida.

Missão única
O WhatsApp divino conta com a participação ativa de todos. Mas, antes devemos aprender da escola de Jesus qual a lição para que essa participação ativa se torne plena; e um só foi o mandato de Cristo: "isto é o que vos ordeno, amai-vos uns aos outros" (Jo 15, 17). A missão é uma e única: permanecer no amor. Para que ela acontecesse, Jesus escolheu os 12 apóstolos, que beberam de suas fontes para depois a levarem adiante. Foram escolhidas pessoas iguais a nós, de todos os tipos: Pedro, que o rejeitou três vezes; Judas, o traidor que o entregou à morte; Filipe, que não conhecia o caminho que leva ao Pai; Tomé, chamado Dídimo; os três filhos de Zebedeu, cuja mãe era ambiciosa, dentre outros. Entretanto, ficando com Jesus, aprendendo com ele e se purificando nele, no final das contas saíram como testemunhas ligadas a este WhatsApp divino, portadores de seu amor.

Hoje em dia, em todos os contextos e lugares, somos nós quem devemos dar continuidade a essa única missão. O Senhor continua solicitando mais membros para o seu WhatsApp divino. Aceite esse desafio de entregar a sua vida por uma causa que vale a pena. É justamente isso que os missionários da Consolata realizam, ao proclamar Jesus Cristo, a própria Consolação, a todo o mundo, no empenho da missão Ad Gentes. Você também pode fazer parte desta família missionária da Consolata de padres, irmãos e irmãs, leigos missionários, assim como jovens missionários da Consolata. Que assim seja!

Geoffrey Boriga, imc,
Seminarista queniano em São Poulo, SP.
FONTE: Revista Missões - Jul/Ago 2015

Nenhum comentário: