terça-feira, 5 de maio de 2015

Juventude Missionária de Gravataí (RS) trabalha em prol da reforma política


Envolver-se na política é uma obrigação para um cristão. Nós, os cristãos, não podemos fazer de Pilatos e lavar as mãos. Não podemos! Temos de nos meter na política , por que a política é uma das formas mais alta de caridade, por que busca o bem”. Em comunhão com a mensagem do Papa Francisco, proferida em  junho de 2013, e com o projeto para a reforma política que tem a  Conferência dos Bispos do Brasil (CNBB) como entidade membro, a Juventude Missionária de Gravataí, Arquidiocese de Porto Alegre (RS), saiu em missão no dia do trabalhador, 01 de maio.

O objetivo que fez os jovens deixar suas casa no feriado foi a coleta de assinaturas para apoiar as iniciativas da Coalizão pela Reforma Política Democrática e Eleições Limpas, projeto da CNBB, Ordem dos Advogados do Brasil e outras entidades.

Para o jovem Lucas Martins, essas experiências fazem quebrar as fronteiras. “É preciso pensar nossas iniciativas no âmbito nacional e quando falamos sobre reforma política fazemos isso”, comenta o missionário. “A iniciativa foi muito importante para o crescimento do grupo que deve se formar nos aspectos intelectuais e políticos, pois essas dimensões também fazem parte da missão”.

Para conhecer o projeto Coalizão pela Reforma Política Democrática e Eleições, clique aqui.

Nenhum comentário: