quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Juventude Missionária Santa Terezinha participa de formação sobre Trabalho Escravo


A Juventude Missionária (JM) Santa Terezinha, de Araguaína (TO), participou de uma oficina promovida pela Comissão Pastoral da Terra (CPT) a respeito do trabalho escravo no meio rural. A formação foi realizada na chácara da CPT no último sábado, 17, e contou com a participação do coordenador Estadual da JM, George Henrique, e da vice-coordenadora diocesana de Tocantinópolis, Taillany Mesquita.

Durante a manhã foi apresentado alguns conceitos de trabalho escravo e leis que abrangem sua existência. Também foi apresentado um documentário com depoimentos de pessoas que são escravizadas. “Fico indignada ao ver a situação em que se expõe o ser humano: escravizados e tratados como animais. E o que mais me deixa triste é a impunidade para os promotores da escravidão que, nem sequer, vão presos”, salientou a jovem Raylany Costa. Também foram realizados trabalhos em grupos, onde os jovens leram depoimentos de pessoas libertas da escravidão e apresentaram em plenária.

A oficina foi concedida pelos jovens representantes da Comissão Pastoral da Terra, Evandro (22 anos) e Rafael (26 anos). “O intuito é fazer com que vocês utilizem isso que foi aprendido nesse dia de hoje para alcançar mais pessoas e conscientizá-la sobre esse tipo de trabalho, não somente no meio rural, mas também aplicado à toda a sociedade. Podemos nos unir e promover diversos trabalhos”, enfatizou Rafael.

No período vespertino foi desenvolvido um trabalho em grupo onde os jovens deveriam desenhar, numa cartolina, o seu trabalhador escravizado e escrever uma história de libertação da escravidão para apresentar. Saíram trabalhos belíssimos.

A CPT irá disponibilizar aos jovens alguns panfletos para que seja distribuído nas famílias durante a Missão de Férias, de 27 a 31 de janeiro, em Araguatins.

George Henrique Aires Borges
Comunicação JM Regional Norte 3

Nenhum comentário: