sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Jovens já estão na Amazônia para missões


Após sete meses de espera, os 72 jovens participantes para a Primeira Missão Jovem da Amazônia organizada pela CNBB e provenientes de todos os estados do país, se reuniram nesta segunda-feira (1), para o início das missões. Além dos brasileiros, há cinco estrangeiros do Uruguai, Paraguai e Argentina.

Instalados no Centro Mariópolis Maria de Loreto, em Manaus (AM), os jovens tiveram momentos de formação, integração e preparação. Na quarta- feira (3), foram enviados para quatro dioceses da Amazônia Legal: Parintins, Borba, Coari, no Amazonas, e Boa Vista (RO). A abertura contou com a presença de Dom Eduardo Pinheiro, presidente da comissão Episcopal Pastoral para a Juventude, Márcia de Oliveira, socióloga e doutora em Sociedade e Cultura na Amazônia e o arcebispo de Manaus, Dom Sérgio Castriani.

Para Dom Eduardo Pinheiro, o evento está será construído nestes dias e não termina ao final das missões. “Espero que os jovens construam em seus corações um espírito missionário e reflitam no que farão após as missões. Precisamos encontrar uma maneira de levar essa experiência aos demais”, desafia.

“A urgência da missão não existe porque a Igreja Católica perde adeptos ou pelo avanço das igrejas protestantes, e sim porque tem gente que morre, como os jovens que são explorados, devido ao tráfico de pessoas”, destacou Dom Sérgio.


A Juventude Missionária enviou dez jovens ligados às Pontifícias Obras Missionárias (POM) do Brasil e do Paraguai. Entre os jovens missionários que representam as POM na experiência missionária estão Érica Julia e Marcelo Bleme, de Minas Gerais, Geovana Mendes e Bruno Meyer Levy, do Paraná, Lucas Ferro Brito, de Alagoas, Allison Gomes, do Ceará, Diego Raposo, de São Paulo, e Lorena Zarza, Claudia Aguero e Patricia Torales representantes das Obras Missionárias do Paraguai.

Nenhum comentário: