sexta-feira, 14 de novembro de 2014

JM do Piauí realiza encontro para lideranças juvenis


No último final de semana as coordenações de grupos da Juventude Missionária (JM) do Piauí se reuniram em Teresina para o Encontro de Lideranças da Juventude Missionária (ELJUMI). A formação teve como tema “Missão a luz da palavra de Deus” e motivou os 40 jovens presentes a discernir seu discipulado a partir da Boa Nova do Evangelho.

Entre os participantes estavam o secretário nacional da Pontifícia Obra da Propagação da Fé (POPF), Guilherme Cavalli, o coordenador diocesano da JM, irmão Marciano Silva, o coordenador da JM do Rio Grande do Sul, Michel Freitas, além da coordenação da JM do Piauí representada por Camila Fernandes.

Na abertura dos trabalhos, Camila Fernandes destacou a importância dos grupos estarem constantemente reafirmando sua convicção missionária. “A missão depende do trabalho de cada um de nós. É um chamado urgente para ser vivido nos nossos grupos de base para assim estarmos em estado permanente de missão”, comentou a coordenadora.


Como estudo do seguimento à pessoa do Nazareno, irmão Marciano Silva conversou com os jovens sobre o conhecimento de Jesus histórico, de seu contexto e realidade onde viveu. “Precisamos compreender que Jesus não é um mágico e que Deus não se esquivou da humanidade do povo. Jesus era por excelência humano”, ressaltou o irmão marista. Durante a tarde do sábado, Michel Freitas trouxe o estudo das Bem-aventuranças (Mt 5, 1-13) como prática da Leitura Orante. “Com a meditação da Palavra, a Leitura Orante fala ao nosso íntimo e faz brotar em nosso coração uma resposta de amor a Deus no trabalho pela humanidade. Essa é a importância da leitura popular da Bíblia: enraizar o Evangelho”, comentou.

Segundo o secretário nacional da POPF, “somos missionários para agir em unidade com nossas comunidades e não isoladamente, como novas seitas. Pela vida em comunidade recebemos o chamado de trabalhar contra as escravidões modernas e levar a esperança do Evangelho com alegria”, afirmou Guilherme Cavalli. “É preciso assumir a postura de saída de uma forma sensível para estar próximo de quem mais necessita. Precisamos tirar da cruz os crucificados na história”.

O fim do encontro foi marcado pelo envio missionário dos participantes onde todos receberam uma pomba branca como sinal de esperança, justiça e paz.

Comunicação JM no Piauí

Nenhum comentário: