terça-feira, 16 de setembro de 2014

Infância, Adolescência e Juventude Missionária: "A Amazônia é relevante para o caminho da Igreja"


Em sintonia com o apelo do papa Francisco de dar atenção à Igreja na Amazônia e intensificar a presença das Pontifícias Obras Missionárias (POM) no norte do país, aconteceu entre os dias 5 e 7 de setembro, o Encontro Estadual de Aprofundamento da Infância, Adolescência e Juventude Missionária.

A formação foi realizada no Santuário Nossa Senhora Aparecida em Manaus (AM) e contou com a assessoria dos secretários nacionais das Pontifícias Obras da Infância e Adolescência Missionária e da Propagação da Fé, padre André L. de Negreiros e Guilherme Cavalli.

A formação refletiu o entusiasmo missionário testemunhado pelo papa Francisco no documento Evangelii Gaudium. "A alegria é uma característica marcante da criança e do adolescente. Se ela for fortalecida pelo espírito missionário, contagia novos membros para as obras colocando em prática a sua metodologia", comenta padre André.

Além de estudar a Exortação do papa Francisco, os presentes puderam partilhar, avaliar e planejar a caminhada missionária das obras na Região. Participaram representantes das dioceses de Parintins, Coari, Tefé e arquidiocese de Manaus (AM). Estiveram também membros da diocese de Santarém, no Pará, que completaram o grupo de 42 pessoas entre assessores, coordenadores e religiosos.

Como proposta de viver a missão com mais intensidade no mês de outubro, o grupo estudou o material especialmente preparado para animar a Campanha Missionária 2014. "A temática da Campanha deste ano pede atenção para as modalidades de escravidões hoje. Como cristãos, devemos trabalhar para erradicar o tráfico e a exploração humana. A missão deve ser para libertar", comenta Guilherme Cavalli.


Para o próximo ano, as dioceses traçaram metas de implantar novos grupos de IAM e JM. Devido às grandes distâncias, uma das características da Amazônia, as coordenações decidiram regionalizar o encontro estadual para facilitar a participação das bases.

FONTE: POM - 14/09/2014

Nenhum comentário: