domingo, 31 de agosto de 2014

Estado de Sergipe promove Encontro de Aprofundamento Missionário


Assim como a Igreja é missionária por natureza, também brota inevitavelmente dessa natureza a caridade efetiva para com o próximo, a compaixão que compreende, assiste e promove” (EG179). Corresponder ao compromisso do cristão e seguir os ensinamentos do humilde Francisco, de por a Igreja em saída, é enraizar toda a comunidade na caridade e solidariedade.

Para que isso venha a acontecer com mais força, faz-se necessário que as paróquias e dioceses venham orientar para a formação integral.

Formar para a missão foi o objetivo do Encontro de Aprofundamento Missionário (EAM) realizado no último final de semana, 22 a 24, na cidade de Salgado (SE). O evento aconteceu na paróquia Senhor do Bonfim, diocese de Estância, e contou com a participação de 54 articuladores das obras da Infância e Adolescência Missionária, Propagação da Fé e União Missionária. Quem assessorou o grupo foi o secretário nacional da Pontifícia Obra da IAM, padre André Luiz de Negreiros.

Para a coordenadora estadual da IAM, Maria da Piedade Rodrigues, reunir-se enquanto dimensão missionária é promover o encontro da comunidade que se torna família através do serviço. “O Encontro de Animação Missionária possibilita uma formação permanente dos assessores e coordenadores”, comentou. “É uma oportunidade de interação entre as paróquias e dioceses, onde os participantes recebem informações, conhecimentos, aprofundam o carisma e trocam experiências. O EAM é a família missionária no serviço e doação a Jesus e sua Igreja”.

O mesmo dinamismo de papa Francisco, que pela sua vida dá exemplo na construção da Igreja comunidade que compreende, assiste e promove, Izaias Messias ressalta a importância de sermos missionários conscientes e que trabalhem pelo diálogo e transformação social. “À medida que se tem esse conhecimento das etapas de crescimento das obras missionárias e de seu trabalho, reacende a esperança e a certeza de uma sociedade nova”, comentou o jovem membro da coordenação da Juventude Missionária em Estância.

Ao compreender a missão como fonte de vida para a Igreja, o seminarista José Igor Jesus de Fraga ressalta a importância da formação missionária. “A formação é sempre um processo basilar para o exercício da missão. No encontro aprendemos, amadurecemos, mas sobretudo convivemos. As trocas missionárias é um reabastecer para seguirmos, continuarmos nosso caminho”, comenta José que é membro do Conselho Missionário de Seminaristas (Comise).

Estiveram presentes no encontro representantes das dioceses de Estância e Aracaju que formam a província Eclesiástica do Sergipe juntamente com a diocese de Própria.

Informações IAM de Estância (SE)

Nenhum comentário: