segunda-feira, 12 de maio de 2014

Encontro de Líderes anima a JM da Diocese de Palmeira dos Índios


A cidade de Santana do Ipanema, Diocese de Palmeira dos Índios, no estado de Alagoas, acolheu no último final de semana, 09 a 11, o Encontro de Líderes da Juventude Missionária (ELJUMI). Cerca de 50 jovens vindos de 15 paróquias partilharam suas vidas e refletiram acerca da necessidade do “ser missão”.

O encontro contou com a assessoria de Lucas Ferro, coordenador estadual da Juventude Missionária (JM) que provocou os jovens a pensar sobre a alteridade da missão. “Precisamos olhar o outro quem percebe Jesus Cristo. Deus se faz presente no irmão”, afirmou Lucas. Em segundo momento, o assessor apresentou os trabalhos das Pontifícias Obras Missionárias, em especial a Pontifícia Obra da Propagação da Fé da qual a JM faz parte.

O bispo diocesano, Dom Dulcênio Fontes de Matos, esteve junto aos jovens e ressaltou a felicidade e a satisfação com o trabalho de evangelização missionário que eles estão prestando para a diocese.  Durante sua fala impulsionou os participantes para que solidifiquem ainda mais a animação missionária juvenil. “De forma alegre, eu sinto que há um desabrochar muito grande de nossa juventude para a missão. E sinto a presença do Espírito Santo em nossos jovens. Ele está nessa missão e em tudo o que acontece em nossa Igreja Particular de Palmeira dos Índios”, comentou Dom Dulcênio.

Tendo em vista a necessidade de cumprir o mandato de Jesus Cristo reafirmado por Papa Francisco, o ELJUMI buscou formar os jovens para saída. “Precisamos de uma juventude que vai às periferias humanas sem medo de servir”, reafirmou Lucas ao citar as inquietações feitas pelo papa Francisco durante a Jornada Mundial da Juventude, no Rio de Janeiro. Como carisma, identidade e metodologia para a saída, o assessor apresentou a Juventude Missionária. Ressaltou ainda que os grupos animados pelas Pontifícias Obras Missionárias não são um movimento ou pastoral, mas um organismo da Igreja que tem por finalidade ser um serviço de animação missionária.

A obra vem se solidificando e crescendo a cada dia na Diocese, atualmente são 11 grupos presentes nas cidades de Olivença, Olho D’Agua das Flores, Poço das Trincheiras e Senador Rui Palmeira, desses muitos são fruto da Infância e Adolescência Missionária que crescendo decidiram continuar o carisma da Missão Universal.


A partir do encontro outras paróquias se organizam para a implantação, como coloca o jovem Igor Santos, assessor da IAM em São José da Tapera, que “saiu motivado a viver a missão, levando a proposta da JM para sua paróquia, como forma de animar a juventude a atingir o jovens locais e também o mundo inteiro seja com oração seja com ação”.

Comunicação Juventude Missionária/AL

Nenhum comentário: