quinta-feira, 27 de março de 2014

Juventude Missionária de São Paulo realiza encontro estadual


A Juventude Missionária de São Paulo esteve reunida entre os dias 21 a 23 de março para seu encontro estadual de nível I. O evento aconteceu na sede da Obra dos Cenáculos Missionários (OCM), na Lapa. Participaram do encontro 36 jovens, vindos de nove dioceses: Franca, Mogi das Cruzes, Arquidiocese de São Paulo – Região Belém, Guarulhos, Caraguatatuba, Bragança Paulista, São Miguel Paulista, Santo Amaro e Presidente Pudente. Ainda estiveram presentes os padres José Stella da COM e Pedro Facci do Pime (Pontifício das Missões ao Exterior), Fatiminha, coordenadora do Conselho Missionário Regional (Comire) no estado, e Margarida, tesoureira do conselho.

O encontro, que teve como pauta apresentar o que é o projeto da Juventude Missionária, seus compromissos e objetivos, começou na sexta (21) com a oração de abertura. Em seguida, o jovem Diego Coelho, coordenador estadual da Juventude Missionária do Regional Sul 1 da CNBB falou sobre as atividades que iriam acontecer durante todo o encontro e os objetivos do mesmo.

No sábado, o encontro começou com a santa missa presidida pelo padre José Stella da OCM. Depois, Tiago Scalco, assessor estadual da JM no regional, começou as palestras explicando sobre o que é ser um jovem missionário. Ele explicou ainda o que são as Pontifícias Obras Missionárias e Pontifícia Obra da Propagação da Fé, bem como falou sobre a história da Juventude Missionária. Em sua fala, um breve perfil do jovem missionário, a identidade da JM, a metodologia da JM (as 4 áreas integradas), o assessor, o coordenador e os subsídios missionários existentes no Brasil.


De noite os jovens prepararam a oração do terço missionário, que foi rezado com todos andando pela casa do Centro Missionário a cada dezena. Após a reza do terço, Diego Raposo, vice coordenador estadual da JM no regional, falou de sua experiência missionária além-fronteiras, que aconteceu no Paraguai no começo do ano.

No domingo o dia começou com a oração da manhã. Scalco falou ainda sobre a história de nossa fundadora, Paulina Jaricot. A vida da missionária é exemplo de sonho que se torna realidade, pois mostra todo seu empenho pelas missões, o que hoje está espelhado pelo mundo inteiro.


Agora é hora de compromisso
O encontro chegou ao fim com o sentimento de que é hora de assumir compromissos. Nesse sentido, cada participante foi convocado a se comprometer com o projeto da JM. Para início das atividades e fortalecimento de ações que já vem acontecendo, foi marcada com todas as dioceses a visita da coordenação estadual para a implantação da JM em locais em que esta ainda não existe. Para aqueles locais onde a atividade já seja desenvolvida, concluiu-se que é preciso criar momentos de formação, possibilitando assim que outros jovens tenham acesso e venham conhecer o trabalho da Juventude Missionária.
O encerramento das atividades aconteceu com a celebração da santa missa, presidida pelo padre Pedro Facci do Pime. Na missa um representante de cada diocese entrou com um símbolo da JM que foi depositada no altar. Ao final foi entregue pelo missionário Cicero de Guarulhos e pela Irmã Imelda (Missionária Comboniana e membro do Comire) a cruz de envio, quando os jovens missionários foram enviados agora a levar essa boa nova a todos os outros jovens em suas dioceses.

Confira todas as fotos na fanpage da JM do Regional Sul1. Clique aqui.

FONTE: POM - 25/03/2014

Nenhum comentário: