segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Jovens realizam projeto "Caravana Missionária", em Nova Venécia (ES)


Os jovens da Paróquia São Marcos, de Nova Venécia (ES), estão realizando um projeto missionário nas Comunidades de Base, colocando em prática as palavras do Santo Padre o Papa Francisco: “Quero uma igreja Missionária”.

Percebendo a necessidade de ir até os jovens como uma mão se estende pra levantar um caído, ou um pastor que vai atrás da ovelha perdida., começaram a sonhar com algo que pudessem fazer para sair das paredes e ir ao encontro deles. Essa ideia surgiu com o intuito de somar as forças das várias representações juvenis existente na paróquia em um espírito de união e partilha daquilo que cada instância tem a oferecer.

Dessa forma, foi se constituindo, solidificando, ganhando forma, um verdadeiro instrumento de evangelização que se admite dentro de todo o contexto que nossa Igreja Diocesana vive no momento presente as "Santas Missões Populares”. Assim se configura a ideia da Caravana Missionária.

A primeira comunidade a receber a caravana foi a CEB Sagrado Coração de Jesus, onde reunimos jovens de vários lugares. A segunda, aconteceu na CEB São Benedito Córrego Seco, onde estiveram presentes muitos jovens, famílias e crianças.

A caravana missionária tem como ideal o espírito missionário como ponto de partida para a busca do lema, “Jovem evangelizando Jovem”.

Nada melhor para conquistar um jovem para o evangelho do que outro jovem que tem a mesma linguagem, o mesmo espírito e o mesmo jeito próprio de viver.

Na última missão houve o lançamento oficial da logomarca, desenhada por Lucas Salvador e Ana Paulo Lázaro Monte. Foi desenvolvida com uma forma que denota alegria. A alegria representa a jovialidade. A jovialidade que é o vigor de Deus, é aquilo que marca a vida dos jovens, mas que às vezes falta deixando-o vazio.

Significado da logomarca
A logomarca é assim: possui o globo, o símbolo da missionariedade. A missão que vai além fronteiras: “Ide e anunciai o evangelho entre todas as nações”. O globo é a casa das nações onde inclui toda a humanidade, portanto, a casa das missões. Devemos levar o Evangelho aos quatro cantos do mundo. As linhas paralelas trazem as cores dos cinco continentes que representam a totalidade e diversidade de povos, ou seja, toda humanidade que precisa de Jesus, que precisa conhecer o evangelho. O globo se encontra inclinado, tal como o planeta Terra está, dando a ideia de movimento. A juventude é a faixa etária do movimento, do corre-corre, das buscas incessantes pelo sentido da vida, emprego, educação, da definição de sua vida profissional e social. Abraçando o globo temos a cruz – a cruz do “Bote fé”, uma réplica criada aqui no Brasil para representar a cruz peregrina, aquela que se tornou símbolo da juventude; uma cruz que atravessa os cinco continentes levando a memória do mistério de Jesus, daí também ter as cinco cores. A cruz abraça o globo significando que o mistério de Jesus, a salvação, se estende a todos; que os jovens abraçam essa missão de anunciar o reino a todas as criaturas. Se a missão de anunciar a salvação se estende a toda humanidade, a cruz é o caminho proposto por Cristo para alcançá-la. É por isso que o ônibus, símbolo da caravana, anda sobre a cruz. No ônibus, há quatro jovens, cada um representando uma raça: negra, amarela, vermelha e branca. Nas mãos, três símbolos da missão: a bandeira, a bíblia e o terço. A bandeira faz lembrar a alegria, festa e animação, características marcantes dos jovens; também lembra a luta e defesa dos direitos e da identidade. A bíblia, onde está contida a palavra de Deus que nos anima, dá força, coragem e discernimento. O terço representa a oração. A oração é a proximidade e o contato direto com Deus. Sem a oração nos distanciamos de Deus. O terço também representa a devoção mariana; fé naquela que é a mãe de Deus, de Jesus, da Igreja e nossa. Maria que foi a primeira discípula missionária. Os jovens do ônibus são jovens que se lançam para fora pra mostrar a “todos lá fora” quais são as suas armas e qual é a sua identidade.

Contudo, é bom destacar: a Caravana Missionária não é mais uma pastoral ou movimento, e sim um instrumento de evangelização a serviço dos jovens engajados na Pastoral da Juventude, Pastoral da Juventude Rural, Ministério Jovem e Juventude Missionária

Nenhum comentário: