sábado, 15 de dezembro de 2012

JMJ, Seminário Juventude e Missão e projetos para 2013 na pauta da 5ª Assembleia da Propagação da Fé



A 5ª Assembleia Nacional da Pontifícia Obra da Propagação da Fé, que teve início na quinta-feira, e segue até amanhã, 16, teve suas atividades conduzidas na manhã deste sábado por um momento de partilhas. Os temas foram: Seminário Nacional “Juventude e Missão”, realizado no último mês de setembro; sobre a dimensão missionária no Cone-Sul (Brasil, Paraguai, Uruguai, Argentina e Chile); sobre a presença das Pontifícias Obras Missionárias (POM) na Jornada Mundial da Juventude (JMJ) no próximo ano e sobre os projetos da Juventude Missionária para 2013.

O jovem Jadson Bezerra, do estado de Pernambuco, avaliou positivamente o seminário Juventude e Missão e deu destaque, de modo especial, à possibilidade de partilhas de experiências proporcionada pelo evento. “Durante o seminário pudemos trocar ideias e experiências com os jovens de diversas expressões juvenis e isso foi muito importante para estarmos em sintonia com a Igreja no Brasil”.

Thais Duarte, da Juventude Missionária do Distrito Federal, também deu saldo positivo à troca de experiências entre as várias expressões. Ela citou o trabalho missionário desenvolvido por Mary Ferreira e Fábio Aparecido, da Nova Comunidade Aliança de Misericórdia, que fizeram a experiência de morar um ano nas ruas da cidade do Rio de Janeiro junto com moradores de rua. “São projetos missionários que existem e nós não conhecemos. O encontro nos deu um pouco da dimensão missionária que é realizado por outras expressões”, sublinhou.

O coordenador da JM no estado do Paraná disse que mesmo com a presença de diversas expressões, a troca de experiências entre os próprios jovens deveria ter sido mais explorada. “Não notei que houve a comunhão que deveria; faltou partilhar com mais consistência os trabalhos que desenvolvem as expressões juvenis através do seu próprio carisma”. A visão de missão das outras expressões juvenis também tem um horizonte que difere daquele contemplado pela Igreja, segundo o jovem. “Percebi que eles têm outra perspectiva de missão. Não digo que estão errados, mas a Igreja deve olhar para essa questão com carinho para que cheguemos todos a um denominador comum quanto ao tema”, advertiu. Jadson concordou com Guilherme e completou: “Os jovens presentes no Seminário não estão atentos à missão universal”.

O evento nos deu a oportunidade e nos conhecermos melhor a nós mesmos, expressões juvenis”, ressaltou o secretário nacional da Pontifícia Obra da Propagação da Fé, padre Marcelo Gualberto. De acordo com o ele o seminário foi o início de a juventude no Brasil se alinhar e refletir junto sobre a dimensão missionária. Ele aconselhou os jovens missionários a se fazerem conhecer entre as diversas expressões juvenis. “Precisamos ser mais ousados. A Igreja deve saber o que faz um jovem missionário. Para isso precisamos dialogar com eles e estar atentos à animação missionária dessas expressões”.

Juventude Missionária na JMJ 
Faltando sete meses da Jornada Mundial da Juventude no Brasil, a JM começa a se organizar para participar do evento. Padre Marcelo apresentou algumas propostas como a presença na Feira Vocacional com o objetivo de divulgar as atividades das POM; as 200 vagas oferecidas aos jovens missionários da América. A sede missionária das POM na JMJ será na paróquia São Domingos, em Niterói (RJ), que deve receber em torno de 600 mil peregrinos de todo o mundo. A JM de todo o mundo, por sua vez, deve se encontrar no dia 23 de julho. Padre Marcelo apresentou também os objetivos da Semana Missionária. “Como uma experiência de fé, quer propiciar aos jovens do mundo momentos de oração e meditação aprofundando seu encontro pessoal com Jesus Cristo e sua proposta de amor”. O evento ainda contempla uma experiência cultural (ambiente de partilha) e de solidariedade (envolvimento). A Semana Missionária acontece entre os dias 16 e 20 de julho e a JMJ de 23 a 28 de julho de 2013.

Cone-Sul e projetos da JM para 2013
Os projetos da Juventude Missionária para o próximo ano passa diretamente pelos eventos a serem realizados, pelas formações e pelos materiais produzidos pelas POM. O secretário apresentou o calendário em desenvolvimento para 2013. “Nosso cronograma deve contemplar encontros regionais e estaduais pelo Brasil, encontros dos grupos de propagação da fé, reunião executiva das famílias, idosos e enfermos missionários, semana missionária, JMJ e o Congresso Missionário Americano e Congresso Missionário Latino-Americano (CAM4/Comla9)”. Os subsídios da JM estão sendo reformulados e outros, como o Rosário para Jovens está em fase de produção.

A Juventude Missionária do Cone-Sul trabalha e se reúne para que aja uma articulação da JM entre os países que compõem a região. A representante do Brasil é Sara Guerra, do Ceará. O secretário convidou os coordenadores estaduais a fazerem sugestões para que a JM tenha mais contato nos países do Cone. Os jovens presentes na Assembleia sugeriram que sejam realizadas missões entre esses países para que os jovens brasileiros conheçam os países vizinhos e o mesmo aconteça aqui.

Fúlvio Costa
FONTE: POM

Nenhum comentário: