quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Encontro estadual da Juventude Missionária oficializa presença da Obra da Propagação da Fé no Amapá



Esse encontro marca oficialmente o início da Juventude Missionária no Amapá”, afirmou o coordenador da JM, Josué de Oliveira Barbosa, durante o 1º Encontro Estadual da Juventude Missionária no Amapá, que aconteceu nos dias 14 a 26 em Macapá e contou com a participação de 42 jovens vindos de diversas paróquias do estado.

O secretário nacional da Pontifícia Obra da Propagação da Fé, padre Marcelo Gualberto, assessorou o encontro e apresentou aos participantes a importância da universalidade da missão, a presença da Juventude Missionária no Brasil e articulações e trabalhos realizados nos estados.

Padre Marcelo também apresentou a instituição Pontifícias Obras Missionárias e o seu trabalho desenvolvido a partir das quatro Obras, com ênfase na Propagação da Fé a qual pertence a atividade de animação missionária da juventude. Os jovens puderam conhecer o que é; qual o carisma; metodologia e identidade da JM.

Os jovens rezaram o terço missionário que tem como espiritualidade a universalidade da missão. Com a presença do bispo diocesano de Macapá, dom Pedro José Conti, eles se lembraram dos missionários brasileiros que estão espalhados pelo mundo, bem como na Amazônia. “O sábado à noite houve um momento de descontração com algumas apresentações dos jovens. O domingo além de trabalhar os 12 passos para a implantação da JM foi também apresentada a caminhada rumo à Jornada Mundial da Juventude (JMJ Rio 2013) e como será a presença das POM no evento”,  comentou o coordenador Josué.

O secretário nacional da Pontifícia Propagação da Fé, ainda lembrou-se do encontro dos Bispos da Amazônia realizado em Santarém (PA) de 2 a 6 de julho, onde os prelados apelaram para uma mudança de mentalidade quanto à importância da região amazônica para o Brasil e para o mundo e de como a JM pode colaborar para essa transformação. “A juventude missionária tem muito a oferecer para mudar este quadro, pois quando enviamos missionários locais para missionar pelo mundo é sinal de que deixamos de ficar apenas recebendo. Por isso, os jovens missionários no Amapá iniciam uma corajosa caminhada da juventude como protagonista de uma nova evangelização no estado”, sublinhou padre Marcelo.

A JM do estado do Amapá conta com três grupos formados e atuando. “Com esse encontro, o ardor missionário aumenta ainda mais em cada um de nós; nos motiva e anima na missão de Cristo que também é nossa. Agora que já temos pessoas maduras e conhecedoras do carisma da JM, iremos articular nossos esforços para a formação da equipe de coordenação Estadual e Diocesana, pois ‘Sonho que se sonha só é só um sonho que se sonha só, mas sonho que se sonha junto é realidade’”, disse o coordenador.

FONTE: POM

Nenhum comentário: