terça-feira, 24 de julho de 2012

Portal A12 entrevista o secretário da Pontifícia Obra da Propagação da Fé



O secretário nacional da Pontifícia Obra da Propagação da Fé, padre Marcelo Gualberto, foi entrevistado pelo Portal do Santuário Nacional de Aparecida, o http://www.a12.com. Entre outros assuntos, o sacerdote falou, de modo especial, sobre a Jornada Mundial da Juventude, que nesta segunda-feira, 23, marcou a contagem de um ano para a sua realização. Destacou também o foco dado à juventude até 2013 por conta do evento internacional e da Campanha da Fraternidade do próximo ano. Outro ponto abordado na entrevista foi sobre Missão e Juventude. Confira abaixo.

Na próxima segunda-feira (23) faltará um ano para a 27ª Jornada Mundial da Juventude que será realizada no Brasil, em 2013. Até lá, vários eventos ligados à juventude está acontecendo no Brasil desde 2011, quando o país foi divulgado sede da jornada.

Realizado no último final de semana, o 3º Congresso Missionário Nacional deixou várias questões para reflexão sobre as conquistas e os desafios no que se diz respeito ao caráter missionário da Igreja no Brasil e mundo.

A juventude, foco dos trabalhos de 2013, por conta da 27ª Jornada Mundial da Juventude que acontece no ano que vem aqui no Brasil, foi um temas que mereceu atenção durante o congresso.

Padre Marcelo Gualberto, falou sobre juventude no Congresso e deu entrevista ao Portal A12 sobre as questões relacionadas a Juventude e Missão.

A12. com - A Juventude é um assunto em alta até o ano que vem quando teremos a JMJ Rio 2013. Em sua opinião, quais as principais questões que devem ser levadas em conta neste período em que os jovens estarão em foco?
Padre Marcelo Gualberto - Não é por acaso que a juventude é tema nacional, vale lembrar que há tempos a Igreja e a sociedade percebe a necessidade de uma atenção especial aos jovens. Talvez os eventos mundiais que tem acontecido no Brasil e que virão acontecer tem corroborado para tal reflexão uma vez que é a juventude a grande maioria envolvida. Sem sombra de dúvidas, devemos aproveitar esta oportunidade para deixar um legado para a juventude Brasileira, diversos órgãos e organismos vêm proporcionando um contato direto com os jovens e oportunizando a juventude o que talvez em tempos diversos não havia ou se tinha era mais difícil. Sabemos que diversos temas devem ser abordados, inclusive na Campanha da Fraternidade do ano que vem cujo tema contempla a juventude bem como a Campanha Missionária de 2013, mas coloco aqui três pilares que é preciso aproveitar neste tempo forte para dialogar com os jovens: Sexualidade e afetividade, Políticas Públicas e a Fé.

A12.com - Encontrar-se com sua verdadeira missão. Fazer essa escolha talvez esse seja um dos maiores desafios quando ainda se é jovem, como você avalia a juventude do Brasil quando o assunto e missão?
Padre Marcelo Gualberto - Os jovens brasileiros têm fé em seu potencial de mudar o mundo. Nada menos que 58% deles acreditam, e muito, nesse ideal – é o que mostra uma pesquisa recém-concluída com 3 500 pessoas de 15 a 24 anos de 198 cidades. Temos uma grande porcentagem que pensa além de suas realidades, querem ajudar em outras dimensões, querem fazer missões além fronteiras, porém muitas vezes, não são entendidos e nem apoiados. Claro que nossa juventude na maioria das vezes, ainda não tem estabilidade financeira que é um dos grandes sonhos desta faixa etária, a independência financeira isso ás vezes dificulta o jovem a sair em missão.Mas é preciso animar missionariamente toda a Igreja, não uma animação de missão para o próprio umbigo. Percebe-se que temos fortalecido um pouco mais a missão no Brasil e vemos que os jovens têm sim acreditado e começado a dar passos neste protagonismo missionário, porém precisamos ainda de crescer bastante principalmente no que diz respeito às missões além – fronteira e ad gentes.

A12.com - Entre as questões discutidas no congresso missionário sobre juventude e missão, quais foram os principais pontos?
Padre Marcelo Gualberto - A participação da juventude foi evidente, com cerca de 200 jovens e coordenadores de diversas instâncias da Juventude Missionária. O tema do 3º CMN sugere a missão em meio ao mundo de hoje, secularizado e pluricultural, sendo o jovem, seu grande protagonista. “O jovem quer estar perto de Deus, quer algo profundo, mas se depara a cada momento com a rapidez da informação e facilidades da vida secular, de um mundo que quer a ausência de Deus inclusive nos ambientes públicos”. O grande desafio da ação missionária hoje é conseguir meios que atraiam a atenção deste jovem. De um evangelizador de jovens para um jovem que evangeliza, entende-se que é preciso buscar não só o jovem da paróquia, mas também os que se afastaram da vivência da fé, além das necessidades da missão ad gentes, de todo o mundo descrente.

A12.com - No quê o movimento pré-jornada pode ajudar o jovem que está em busca de sua missão?
Padre Marcelo Gualberto - Com certeza, a juventude está tendo uma boa formação, a partir da preparação nas dioceses para a peregrinação dos símbolos da JMJ, isso tem ajudado a despertar a responsabilidade ao olhar para a cruz e sentir-se responsável de levar esta cruz àquelas pessoas ou locais que estão distante de Deus. Os três seminários nacionais: Comunicadores, Bioética e Missão, este acontecerá 28 -30 de setembro em Brasília, também tem dado uma formação bem perto para as lideranças jovens. Até fim de julho estamos colocando a disposição da Igreja do Brasil dois subsídios (uma para jovens e outro para adultos) que também preparará com reuniões de reflexão toda a Igreja para a semana missionária 2013 em todas as dioceses do Brasil. Tudo isso, já tem despertado muitos jovens para esta responsabilidade missionária e creio que só tende a fortalecer com o projeto pós-jornada que a Comissão para Juventude já esta elaborando.

* Padre Marcelo Gualberto é  padre diocesano do Presbitério da Diocese de Uruaçu – GO, atua nas Pontifícias Obras Missionária em Brasília - DF, como Secretário Nacional da Pontifícia Obra Propagação da Fé e, a partir do dia 23/07 será um dos colunistas convidados do Canal Jovens de Maria. 

Nenhum comentário: