terça-feira, 17 de julho de 2012

Juventude em Missão



Entre os dias 12 e 15 de julho de 2012 em Palmas-TO , aconteceu o 3º Congresso Missionário Nacional para refletir sobre a ação missionária da Igreja no Brasil e em preparação para o 4º Congresso Americano de Missão (CAM) e 9º Congresso Missionário Latino-americano (Comla) que será em dezembro de 2013 na cidade de Maracaibo, Venezuela.

Diversas expressões missionárias reuniram-se para debater os desafios e partilhar experiências iluminados pelo lema: “Como o Pai me enviou, assim eu vos envio” e pelo tema: “Discipulado missionário: do Brasil para um mundo secularizado e pluricultural à luz do Vaticano II”.

A participação da juventude foi evidente, com cerca de 200 jovens e coordenadores de diversas instâncias da Juventude Missionária, tais como Pe. Marcelo Gualberto, secretário nacional da JM do Brasil, e um dos responsáveis pela Semana Missionária, semana de preparação para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Rio 2013.

Em entrevista o padre Marcelo afirma: “É uma grande alegria termos um número tão significativo de jovens, sendo uma gratificação aos coordenadores estaduais, renovando o ânimo missionário, sobretudo nesta caminhada rumo à JMJ”. Em diversos momentos do Congresso foram divididos mutirões de discussão com públicos específicos, tais como, leigos, ministros ordenados, religiosos e, por fim, Infância, Adolescência e Juventude Missionária, sendo o último com maior número de participantes.

Mundo pluricultural
O tema do 3º CMN sugere a missão em meio ao mundo de hoje, secularizado e pluricultural, sendo o jovem, seu grande protagonista. “O jovem quer estar perto de Deus, quer algo profundo, mas se depara a cada momento com a rapidez da informação e facilidades da vida secular, de um mundo que quer a ausência de Deus inclusive nos ambientes públicos”, afirma padre Marcelo. O grande desafio da ação missionária hoje é conseguir meios que atraiam a atenção deste jovem. De um evangelizador de jovens para um jovem que evangeliza, entende-se que é preciso buscar não só o jovem da paróquia, mas também os que se afastaram da vivência da fé, além das necessidades da missão ad gentes, de todo o mundo descrente.

Tratando de JMJ
Pe. Marcelo é secretário executivo da Semana missionária, juntamente com o Pe. Márcio José, da Comunidade Doce Mãe de Deus, esta acontecerá uma semana antes da JMJ em todas as dioceses do Brasil, aonde os jovens vindos de diversos lugares do mundo farão uma experiência de missão e da cultura brasileira.

A JMJ fortalecerá a animação missionária na Igreja do Brasil, de modo particular através da semana missionária que é uma novidade na história das Jornadas. A peregrinação da Cruz tem dado muitos frutos, um deles é a integração de Diversas expressões de animação juvenil, que tem dado as mãos em vista da evangelização dos jovens do Brasil. A JM está inserida no Setor Juventude Nacional, e temos orientado os coordenadores estaduais a inserir-se sempre mais nos trabalhos dos setores juventude locais no que for necessário.”

É nítida a participação de juventude no impulso missionário de nossos tempos, como afirma o Papa Bento XVI, o jovem é o presente da Igreja. E é claro, que a melhor forma da evangelização chegar à juventude, como nos diz o Documento 85 da CNBB, é jovem evangelizando jovem, “o jovem deve ser protagonista da evangelização do mundo contemporâneo”, conclui Pe. Marcelo.

Heraldo Lima, Com. Doce Mãe de Deus
Assessoria de Comunicação do 3º CMN

Nenhum comentário: