sexta-feira, 13 de julho de 2012

3º Congresso Missionário Nacional é aberto em Palmas/TO


O que impulsiona alguém a ser missionário? Na abertura do 3º Congresso Missionário Nacional, em Palmas (TO), na noite desta quinta-feira, 12, o diretor nacional das Pontifícias Obras Missionárias (POM), padre Camilo Pauletti, responde que a missão provém de Deus e é Seu Espírito quem os impulsiona.

A presidente da Conferência dos Religiosos e Religiosas do Brasil, irmã Máriam Ambrosio, ressalta que ser religioso e ser religiosa é essencialmente ser missionário, sendo sinais de Deus para o mundo. “A vida religiosa nos dá liberdade, estamos sempre de malas prontas para atender todos as comunidades que necessitam e que sofrem”, reforça.

Mas é preciso renovar essa vocação, se alimentar, redespertar, ter uma nova motivação e é isso que este congresso propõe. “É um evento que exige trabalho, preparação e envolvimento de muitas pessoas. Faz com que a Igreja toda no Brasil esteja unida despertando o espírito missionário em todos os batizados”, salienta padre Camilo.

Mais de 600 missionários vindos dos quatro cantos do Brasil participam deste evento e ainda representantes da Venezuela e da Itália.

Iniciamos bem nosso congresso, com uma abertura festiva, orante, sobretudo com espírito missionário. Um encontro desse não deixa de ser um momento de confraternização, mas minha maior expectativa é que haja uma maior conscientização missionária. Estamos contentes por este intercâmbio e espírito missionário que sopra neste congresso”, destaca o Arcebispo de Palmas, Dom Pedro Brito Guimarães.

O presidente da Comissão Episcopal para Animação Missionária e Cooperação Interclesial da CNBB, Dom Sérgio Braschi conta que o primeiro congresso aconteceu em Belo Horizonte (MG) e depois o segundo em Aparecida (SP), assim, ao escolher Palmas como sede do 3º congresso, os organizadores pensaram que seria um modo de tornar mais presente a Igreja do norte do país. Palmas ainda representa a Igreja jovens, pois é a mais nova Arquidiocese do Brasil.

FONTE: Canção Nova

Nenhum comentário: