terça-feira, 29 de maio de 2012

Santos e beatos são escolhidos como patronos e intercessores da JMJ Rio 2013



Do alto do Santuário de Nossa Senhora da Penha, um dos grandes pontos de devoção da cidade do Rio de Janeiro, apareceram os rostos dos santos e beatos que ajudarão a todos os que estarão na Jornada Mundial da Juventude Rio2013 a trilhar o caminho da santidade. Foram escolhidos cinco patronos e 13 intercessores.

Os patronos ou pais espirituais são Nossa Senhora da Conceição Aparecida, São Sebastião, Santo Antônio de Santana Galvão, Santa Teresa de Lisieux, e Beato João Paulo II.


Como modelos para a juventude estão os intercessores Santa Rosa de Lima, Santa Teresa de Los Andes, Beata Laura Vicuña, Beato José de Anchieta, Beata Albertina Berkenbrock, Beata Chiara Luce Badano, Beata Irmã Dulce, Beato Adílio Daronch, Beato Pier Giogio Frassati, Beato Isidoro Bakanja, Beato Ozanam, São Jorge e Santos André Kim e companheiros.


Oração e festa no Santuário
A cerimônia de lançamento dos patronos e intercessores teve início com a oração do terço na Igreja do Bom Jesus da Penha. Os fiéis seguiram de lá em procissão até o Santuário da Penha, onde o presidente do Comitê Organizador Local (COL) da JMJ Rio2013 e arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta, presidiu a missa de Pentecostes.

Na homilia Dom Orani destacou que os patronos e intercessores foram homens e mulheres que durante suas vidas, em diferentes continentes do mundo e em diversos momentos da história, se deixaram conduzir pelo Espírito Santo. Ele  lembrou que eles deveriam ser sinais para todos, em especial para os jovens, de que é possível viver o amor e de pessoas que deram suas vidas por causa do Evangelho. "Colocamos nas mãos de Deus e de Maria, dos patronos e intercessores, todos os jovens  que virão ao Rio de Janeiro", disse o arcebispo. Ele completou dizendo que a diversidade vivida na Jornada, todas as línguas que serão faladas aqui não serão empecilho para a convivência fraterna e que é possível vivermos na unidade. "Quando os jovens voltarem para suas pátrias ou cidades eles serão testemunhas alegres do Senhor", concluiu.

Ao final da celebração, que também marcou o encerramento do mês mariano na Arquidiocese do Rio, foram coroadas as imagens do Menino Jesus e de Nossa Senhora da Penha.

Ao longo da escadaria jovens seguravam estandartes com as imagens dos intercessores. Dom Orani parou diante de cada uma delas e  fez a oração preparada para os santos e beatos e em seguida aspergiu água benta, dando a bênção. Conforme ele subia os degraus, os estandartes que já haviam sido revelados também se juntavam ao povo, unindo na mesma procissão céu e terra.

Ao chegarem ao topo os fiéis puderam finalmente conhecer os patronos. Banners com as figuras foram abertos sobre a fachada do Santuário. Após serem revelados os patronos, Dom Orani deu a bênção com o Santíssimo Sacramento para os presentes. Ele também convidou todo o povo a recorrer aos santos e beatos, ao ler novamente todos os nomes dos intercessores e patronos da Jornada.



Nenhum comentário: