quinta-feira, 29 de março de 2012

ÁSIA/ÍNDIA - A cada dia, milhares de pessoas morrem devido à tuberculose: a cada segundo, uma pessoa é contagiada no mundo


Um terço da população mundial está contagiada pela tuberculose e a cada segundo, uma pessoa se contagia com os bacilos da infecção. Apenas em 2009, 1,7 milhões de pessoas morreram devido à TBC, cerca de 4.700 morrem por dia. Dentre elas, 380 mil são soropositivos que, em função da fragilidade de suas defesas, são as vítimas com maior risco. Trata-se de uma doença causada principalmente pelas condições de pobreza e atinge sobretudo jovens adultos, pertencentes à faixa ativa da população.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde, mais da metade das mortes é registrada na Ásia, enquanto nas Américas é a segunda causa de morte depois do Hiv e da Aids. Trata-se de uma pandemia global que em 2009 causou 9,4 milhões de novos casos, 80% em 22 países. Dos 15 países com índices de incidência mais elevados, 13 se encontram na África, um terços dos novos casos na China e na Índia.

A Organização Pan-americana da Saúde (OPS) assinala que nas Américas, anualmente 270 mil pessoas, das quais 44 mil crianças, contraem a infecção e cerca de 23 mil morrem. A maior parte dos casos estão em Haiti, Suriname, Bolívia, Guiana e Peru (de 106 a 230 por 100 mil pessoas em 2010), enquanto o Brasil conta o maior número de contágios em absoluto (85 mil em 2010). Canadá, Cuba e Estados Unidos têm índices mais baixos, com menos de 10 em 100 mil pessoas. Na Índia, no estado de Jharkhand, onde a população vive em condições de pobreza extrema, a TBC e a malária são as doenças mais comuns.

A Ong Manav Vikas, parceira local da Ong católica Manos Unidas, lançou um projeto de prevenção e luta contra as duas doenças que beneficia as áreas mais remotas do estado, promovendo programas de imunização para crianças e de sensibilização de adultos sobre questões de saúde. A Ong é engajada na área da Diocese de Hazaribag desde 1994. O objetivo é reduzir o índice de incidência das duas infecções em 30 aldeias selecionadas e aumentar o conhecimento das pandemias em meio ao povo. Graças a este projeto, será possível acessar a serviços de saúde através de uma clínica móvel que passará por 30 aldeias. O projeto envolverá diretamente 33 mil pessoas e indiretamente outras 60 mil.

FONTE: Agência Fides - 27/3/2012

Nenhum comentário: