quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

ÁSIA/ÍNDIA - A perseguição contra os cristãos em Orissa "é a história viva do Natal"



"A perseguição contra os cristãos em Kandhamal é a história viva do Natal" - diz à Agência Fides pe. Mrutunjaya Digal, sacerdote na Arquidiocese de Cuttack-Bhubaneswar, onde os fiéis se preparam para viver o Natal entre medos e esperanças. "A violência contra cristãos no distrito de Kandhamal, em Orissa - nota o sacerdote - me ofereceu o significado mais profundo de celebrar o Natal. Recordamos que se iniciou justamente durante o Natal de 2007. No período sucessivo, em agosto de 2008, desencadeou-se em massa contra os cristãos em Kandhamal, que celebraram o Natal em campos montados pelo governo".

"Natal anuncia uma mensagem de amor especial de Deus pela humanidade, a vinda de Deus que ns acompanha em nossas lutas, dificuldades e momentos alegres. Luta, sofrimento e dor sempre foram uma parte da história divina da salvação. E assim continua sendo para o povo de Kandhamal" - nota o padre. Pe. Mrutunjaya Digal à Fides:"As perseguições anticristãs em Kandhamal representam a história viva do Natal. Tenho uma viva recordação dos momentos difíceis de nosso povo em 2008. Meu irmão sofreu a tonsura e a conversão forçada ao hinduísmo. Reencontrei meus familiares nos campos de socorro no distrito de Kandhamal, com milhares de famílias com medo. Naqueles momentos, nossa fé em Jesus nos veio em ajuda".

"Estas experiências dolorosas - prossegue - me ajudam a intuir o sentido mais profundo do Natal: o Emanuel, o Deus conosco, é uma realidade em minha vida. O povo de Orissa sentiu a presença poderosa de Deus nas lutas, nas dificuldades, na coragem de testemunhar a fé cristã, na solidariedade. Muitas pessoas testemunham com sua experiência que não são sós, que Deus está com elas". No iminente Natal, "recordaremos que Deus está presente em nossa história, de modo especial em nossos sofrimentos e dificuldades. A graça de Deus me consente, e consente aos cristãos de Orissa, viver autêntico espírito do Natal e compartilhá-lo com os outros com o coração aberto" - conclui pe. Mrutunjaya Digal.

FONTE: Agência Fides - 23/12/2011

Nenhum comentário: