sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Campanha Missionária 2011: “Missão na Ecologia”


A Campanha Missionária é realizada todos os anos no mês de outubro, destacando o Dia Mundial das Missões, (penúltimo domingo do mês, este ano dia 23) uma jornada de solidariedade em favor da missão universal da Igreja, celebrado todos os anos desde 1927. É uma oportunidade para os cristãos de todo o mundo agradecer a Deus pelo dom da fé e um apelo à corresponsabilidade na evangelização, aqui e em todo o mundo.

O tema escolhido para a Campanha Missionária 2011 é "Missão na Ecologia". A temática está diretamente ligada à Campanha da Fraternidade da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil - CNBB, que refletiu sobre "Fraternidade e a vida no planeta", e teve como lema "A criação geme em dores de parto" (Rm 8, 22).

Organizada pelas Pontifícias Obras Missionárias - POM, a Campanha Missionária este ano une-se aos apelos de governos, organismos internacionais e nacionais pela preservação do meio ambiente e uma maior conscientização ecológica, numa perspectiva global. O objetivo é dar uma dimensão universal ao tema da CF, concebendo o mundo como um todo conectado e interdependente. Todas as iniciativas se voltam para a universalidade da missão no cuidado da vida no planeta.

Muitos são os motivos para esta chamada de atenção ecológica. A Assembleia Geral das Nações Unidas declarou 2011 como o Ano Internacional das Florestas. As iniciativas têm como foco a promoção do manejo sustentável, a conservação e desenvolvimento das florestas em todo o mundo e a conscientização do papel decisivo que elas desempenham no desenvolvimento sustentável para a geração atual e futura.

Contudo, a maior razão para a preocupação da Igreja com o tema é que a vida no planeta está ameaçada e pede a nossa atenção para ver, compreender e agir antes que seja tarde demais. A humanidade já se deu conta de que a exploração voraz dos recursos naturais deve ser substituída pelo uso responsável e sustentável, guiado por relações justas e fraternas, tendo a economia solidária como alternativa às leis do mercado total.

Fazer e acontecer
Os subsídios da Campanha foram enviados para todas as 275 dioceses do Brasil que devem distribuí-los entre as paróquias e comunidades. Desde o ano passado, a equipe de preparação da Campanha Missionária teve a ideia de substituir as quatro Celebrações Missionárias anteriores por uma Novena, expressão devocional que é tradição na vida religiosa de nosso povo. Em 2010, essa experiência foi bem acolhida pelas comunidades e continua com um novo texto para 2011. A Novena traz 64 páginas com orações, cantos, partilhas e informações importantes sobre preservação do meio ambiente, além de indicar sites e vídeos relacionados ao tema.

Outro importante apoio é o DVD que dinamiza as discussões e reflexões para o Mês das Missões com um documentário cada dia da Novena destacando uma realidade da missão ligada à ecologia. O cartaz da Campanha representa a retirada de tudo aquilo que não corresponde à preservação do meio ambiente. Os personagens do cartaz são missionários que têm consciência da sua responsabilidade para fazer do planeta a verdadeira morada para todos os seus habitantes. Deve ser fixado nos murais ou lugares que facilitem a sua visualização.

As orações dos fiéis para cada um dos domingos de outubro e o envelope para a coleta em favor das missões, nos dias 22 e 23 de outubro completam o material a ser distribuído. Os católicos brasileiros, oferecem às Missões, em média, menos de cinco centavos ao ano por pessoa. Que tal cortar despesas fúteis, para aumentar sua oferta no Dia Mundial das Missões?
As ofertas de todos os católicos do mundo constituem um Fundo Universal de Solidariedade para manutenção da atividade missionária; construção de igrejas, capelas ou espaços para a pastoral; sustento e formação de seminaristas e catequistas e iniciativas de educação e promoção dirigidas à infância.

Vida plena para todos
As Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil 2011-2015, indicam tarefas específicas em torno dos temas da espiritualidade Missionária, da Paróquia Missionária e dos Projetos de Nova Evangelização (DGAE 78) e destacam cinco urgências: Igreja em estado permanente de missão, casa da iniciação à vida cristã, lugar de animação bíblica da vida e da pastoral, Igreja: comunidade de comunidades e Igreja a serviço da vida plena para todos.


No âmbito das ações propostas pelas Diretrizes da CNBB, encontramos a seguinte orientação: "Importante campo de ação, hoje, é educar para a preservação da natureza e o cuidado com a ecologia humana, através de atitudes que respeitem a biodiversidade e de ações que zelem pelo meio ambiente. Entre essas ações, destaca-se a preservação da água, patrimônio da humanidade, evitando sua privatização, do solo e do ar. O esforço por maior crescimento econômico deve ser orientado para o desenvolvimento sustentável" (DGAE 114). Em sintonia com essa visão, no Mês das Missões renovemos nosso compromisso em favor da vida no planeta na certeza de ajudar todas as pessoas que habitam a "casa comum", a descobrirem e assumirem sua missão numa perspectiva universal. O convite é começar a olhar para a natureza e perceber como as mãos humanas estão contribuindo para o fenômeno do aquecimento global e as mudanças climáticas, com sérias ameaças para a vida em geral, sobretudo, a dos mais pobres e vulneráveis. Uma nova civilização ou uma nova cultura humana exige relações diferentes com o planeta e com a natureza. Essa mudança de mentalidade exige conversão e só é alcançada através de uma educação que gera transformação, garantia da sobrevivência dos povos e culturas no mundo plural.

Os subsídios da Campanha Missionária trazem informações e oferecem reflexões para começarmos a levar mais a sério nossa missão de cuidar dos bens da criação, conscientes de que somos interdependentes.

Mais informações:
POM - Pontifícias Obras Missionárias
Tel.: (61) 3340-4494
Email: pom@pom.org.br
Site: www.pom.org.br

Jaime Carlos Patias, imc,
Diretor da revista Missões.
Publicado na revista Missões N. 08, outubro 2011.
Fonte: Revista Missões

Nenhum comentário: