domingo, 18 de setembro de 2011

Bote Fé: "Igreja tem fé na juventude", afirma Cardeal Dom Odilo Pedro Scherer

O Arcebispo de São Paulo, Cardeal Dom Odilo Pedro Scherer, espera que o mesmo clima de participação, confiança e envolvimento despertado pelo Bote Fé perpetue-se por todas as dioceses brasileiras. A peregrinação da Cruz da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) e do ícone de Maria deve acontecer com base naquilo em que o cristão deposita sua fé: em Jesus, no Evangelho, na Igreja, na Sua obra evangelizadora. "A Igreja tem fé na juventude, que possui um coração generoso e o desejo de construir um mundo melhor para si e para as próximas gerações", afirma.



Dom Odilo explica que a Igreja está procurando novos modos para se encontrar, sintonizar com os jovens, o que nem sempre é fácil. "As JMJ, que o Papa João Paulo II pensou e iniciou, é um momento de contínua evangelização. Quando uma Jornada se encerra, outra continua", indica. O Arcebispo de São Paulo salienta que receber os símbolos marianos é uma grande responsabilidade. "Procuramos acolher bem a Cruz e o ícone para que, a partir daqui, de São Paulo, continue a preparação por todo o Brasil, cada diocese e lugar de acolhida".

Tema
“Ide e façais discipulos em todos os povos!”: esse foi o tema escolhido pelo Papa Bento XVI para a JMJ no Brasil, uma referência ao Evangelho de Mateus (28,19). Segundo o Cardeal Scherer, um claro chamamento missionário. "Primeiramente, dirigindo-se aos jovens, convidando-os. A Cruz missionária, a Cruz de Cristo, de fato, é Jesus mesmo indo ao encontro dos jovens. E a imagem de Maria da mesma forma - Aquela que foi ao encontro. A JMJ possui esse significado missionário". No entanto, antes de tudo, é Jesus quem vai ao encontro do jovem, para formá-lo discípulo. "Por outro lado, os jovens são chamados a se envolver para chamar outros jovens. Discípulo faz discípulo. Os jovens que já estão na igreja devem se envolver, chamar outros jovens. Por isso, a peregrinação da Cruz e do ícone aqui no Brasil, durante quase dois anos, até julho de 2013, será um forte momento missionário para a Igreja no Brasil".

Bote Fé
Milhares de jovens vindos de todos os cantos do país participam do Bote Fé, a grande festa de acolhida dos dois símbolos máximos do maior evento mundial da juventude católica: a Cruz e o ícone mariano das JMJ, enviados com antecedência pelo Vaticano ao país que receberá o encontro.

O evento na capital paulista reúne evangelização, música e arte ao longo de todo o dia e é organizado pela Arquidiocese de São Paulo e pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Peregrinação
A Cruz e o Ícone vão percorrer 275 dioceses no Brasil até a vinda do Papa Bento XVI, em julho de 2013, para a Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro. Os símbolos da Jornada devem passar por todos os 17 regionais da CNBB. Também estão previstas 19 grandes festas nas capitais brasileiras, todas com o nome "Bote Fé".

Em dezembro de 2012, a Cruz e o Ícone deixam o Brasil e visitam Paraguai, Uruguai, Chile e Argentina; retornam em janeiro de 2013 para o sul do Brasil. A etapa final acontecerá no sul de Minas Gerais, no Vale do Paraíba (SP) e, finalmente, no Estado do Rio de Janeiro, onde chegam em abril de 2013.

FONTE: http://www.cancaonova.com/

Nenhum comentário: