sábado, 14 de maio de 2011

Dom Sérgio Braschi - Novo presidente da Dimensão Missionária da CNBB fala sobre o trabalho que deverá desempenhar nos próximos quatro anos


O bispo de Ponta Grossa (PR) eleito para presidir a Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Missionária e Cooperação Intereclesial da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) no próximo quadriênio (2011-2015) falou à assessoria de imprensa das Pontifícias Obras Missionárias (POM) sobre a origem de sua identidade missionária.

De acordo com ele, o ardor missionário teve início quando ele partiu em experiência ao Nordeste ainda quando seminarista nos últimos anos de seu estudo. “Com essa experiência eu comecei a me abrir para uma outra realidade completamente diferente daquela que eu nasci. Depois, posteriormente como jovem padre eu continuei com essa experiência que foi muito valiosa”.

Hoje, tantos anos após esse primeiro passo rumo ao amor pela missionariedade, dom Sérgio Braschi, agradece pelos primeiros passos e abraça a Dimensão Missionária da CNBB como um dever junto à Igreja. “Sou um bispo que vem do clero diocesano, no entanto, com o coração profundamente missionário e isso se deve, talvez, por eu ter nascido exatamente no dia 3 de dezembro, Dia de São Francisco Xavier, patrono das Missões”.


O Trabalho

Nos próximos quatro anos o novo presidente da Dimensão Missionária da CNBB pretende dar incentivo, principalmente, à cooperação intereclesial. “Pretendemos trabalhar em comunhão com as demais Comissões e queremos dinamizar a cooperação entre as Igrejas. Vamos procurar motivar a potencialização das Igrejas irmãs entre norte, sul, centro-oeste; incentivar para que cresça essa ajuda entre as várias dioceses do sul que ajudam a Igreja do Norte, que ajuda a Igreja da Amazônia e Nordeste, e assim por diante”.

Outro ponto que dom Sérgio Braschi pretende dinamizar é a animação missionária. “Temos uma série de eventos previstos como o CAM4/Comla9 que será na Venezuela. Teremos que preparar o Brasil para enviar seus representantes e teremos outros acontecimentos no Brasil que serão programados. Ainda estou sem o conhecimento de toda a tarefa, mas recebo de Deus este chamado com bastante confiança e bastante esperança”, disse o novo presidente.


Animação missionária nas bases

Dom Sérgio deixou claro que é nas bases que a Igreja missionária acontece. Para isso, ele disse que é preciso trabalhar as linhas de ações missionárias nos grupos e comunidades onde a Igreja é formada. “É nas comunidades que a Igreja missionária acontece. A experiência missionária se dá nos grupos de Infância, Adolescência e Juventude Missionária. Claro que nós precisaremos trabalhar a nível de reflexão; às vezes nada é mais prático do que uma boa teoria e nós temos um diretório missionário para a CNBB. Temos linhas de ação que podem ajudar as dioceses que precisam deslanchar esse processo, para que tenham também orientações nesse sentido. Para isso nos ajudou muito a Missão Continental e a experiência das Santas Missões Populares que nos auxiliaram na motivação do povo para que o próprio batizado se torne missionário”.

FONTE: POM

Nenhum comentário: