segunda-feira, 21 de março de 2011

7º Encontro Continental das POM - “Continente americano pulsa o espírito missionário”, diz padre Camilo Pauletti


Ao avaliar o 7º Encontro das POM da América, que aconteceu em Santa Cruz de La Sierra, Bolívia, entre os dias 14 e 19, o diretor nacional das Pontifícias Obras Missionárias (POM) do Brasil, padre Camilo Pauletti, avaliou positivamente o evento e disse que o “Continente americano pulsa o espírito missionário”. O encontro reuniu 30 participantes de 18 países.

"O encontro foi muito positivo pelo ambiente fraterno de reflexão, partilha e proximidade que se estabeleceu durante a semana. Foi possível perceber que o continente americano pulsa de fato o espírito missionário”, avaliou o diretor que participou pela primeira vez da reunião.


"Não foi um evento formal, mas um encontro de irmãos no qual pude sentir a Igreja Missionária, a realidade da Bolívia e o contato pessoal de convivência com a comunidade que ajudou a compreender o país vizinho e a preocupação em alimentar a chama missionária através da formação; durante a reunião, foi possível sentir o espírito missionário presente nos participantes através da recepção calorosa que tivemos na Bolívia, tanto dos padres, bispos, como do próprio povo daquele país”.

Sobre “A realidade da Bolívia e a obra missionária da Igreja”, uma das pautas do encontro, ficou claro aos participantes do encontro a realidade eclesial e social por que passa a Bolívia atualmente. Entre os destaques da temática, padre Camilo disse que marcou as reflexões em torno do governo Evo Morales e a presença missionária da Igreja boliviana.

A Bolívia vive uma realidade profunda de pobreza, seja do próprio povo como de infraestrutura. A população tem muitas frustrações com relação ao governo Evo Morales que, mesmo sendo indígena, não representa os anseios da população de sua etnia. O país sofre necessidades básicas como a falta de alimentos”, comentou padre Camilo. Na dimensão missionária, por sua vez, disse o diretor, “percebe-se que a Igreja boliviana tem um ardor missionário particular, uma vibração na organização das comunidades de base e animação missionária”. Ele ressaltou também que a dimensão missionária na Bolívia tem forte apoio da Conferência Episcopal e das POM daquele país.

Padre Camilo teve espaço, durante o encontro, para apresentar o trabalho das POM e da dimensão missionária desenvolvida no Brasil. Um dos pontos frisados em sua fala foi o crescimento da Infância e Adolescência Missionária (IAM) e da Juventude Missionária (JM) em todas as regiões brasileiras. Ele citou o Congresso Missionário dos Seminaristas, que aconteceu em julho de 2010, como “exemplo a ser seguido pelos outros países como meio para o fortalecimento das reflexões de cunho missionário e de grupos de seminaristas e novos padres”. Ele fez também algumas provocações no sentido de incentivar a promoção de cursos missionários nos países da América. “Falei dos cursos de formação missionária que vamos realizar de 23 a 27 de maio, para ‘Formadores de Seminário’ e de 6 a 10 de junho para párocos e vigários”.

Ainda no campo das realizações nas POM do Brasil, padre Camilo apresentou a realização de vários encontros de animação missionária que a instituição tem realizado no país, como congressos, encontros, retiros, além das mudanças na direção da sede nacional, como chegada do padre Marcelo Gualberto para secretariar a Obra da Propagação da Fé e Juventude Missionária e a mudança de direção assumida por padre Camilo, que sucedeu padre Daniel Lagni, no fim do ano passado.

CAM4/COMLA9 e Documento de Aparecida
O secretário geral da Pontifícia Obra de São Paulo Apóstolo, dom Jan Dumon, que ministrou o tema “São Paulo Apóstolo e a Missão”, chamou a atenção dos diretores para a retomada do Documento de Aparecida (DAp) e a importância da formação missionária permanente. “Não podemos nos acomodar, mas devemos enfrentar os desafios que se impõem à Igreja Missionária na atualidade; devemos fazer com que as estruturas da Igreja se renovem e sejam mais abertas para a partilha de experiências concretas no nível continental”, lembrou padre Camilo, a fala do secretário, dom Jan Dumon.

A delegação da Venezuela presente no Encontro dos Diretores das POM apresentaram os encaminhamentos para o Congresso Missionário Continental 4 (CAM4) e Congresso Missionário Latino Americano 9 (Comla 9) que vai acontecer em Maracaibo, na Venezuela, de 22 a 27 de janeiro de 2013. Uma das preocupações da organização do evento é o acolhimento das delegações dos países participantes. Já ficou estabelecido que o Brasil deverá participar do evento com 150 pessoas. O preenchimento das vagas, porém, será tema de discussão na Assembleia dos Conselhos Missionários Regionais (Comires) no fim de 2011.

Os venezuelanos também frisaram a importância do 1º Simpósio Internacional de Missiologia, que aconteceu em Caracas, Venezuela, entre os dias 24 e 27 de janeiro. Com o tema “Secularização presente e futuro, desafio para a Missão”, o evento “foi um passo importante para a realização do CAM4/COMLA9 sublinharam eles”. Foi apresentado também alguns pontos do 2º Simpósio que deverá acontecer no Panamá entre os dias 23 e 27 de janeiro de 2012.

FONTE: POM

Nenhum comentário: