segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Bento XVI assinala Dia Mundial das Missões

Bento XVI assinalou este Domingo a celebração do Dia Mundial das Missões, na Igreja Católica, defendendo que "a construção da comunhão eclesial é a chave da missão".

Para o Papa, tanto esta celebração como o Sínodo para o Médio Oriente que se concluiu, neste mesmo dia, "convidam a encarar a Igreja como mistério de comunhão que, por sua natureza, é destinado a todo o homem e a todos os homens".

Em todos os tempos e lugares, acrescentou "a Igreja está presente e actua para acolher todos os homens e lhes oferecer, em Cristo, a plenitude da vida".

Na sua mensagem para esta celebração, anteriormente divulgada, Bento XVI reconhece que o Dia Missionário é ocasião excelente para que "as Comunidades diocesanas e paroquiais, os Institutos de Vida Consagrada, os Movimentos Eclesiais e todo o Povo de Deus, possam renovar o compromisso de anunciar o Evangelho e dar às atividades pastorais um ímpeto missionário mais amplo".

Acrescenta ainda que "este encontro anual convida-nos a viver intensamente os percursos litúrgicos e catequéticos, caritativos e culturais, mediante os quais Jesus Cristo nos convoca à mesa da sua Palavra e da Eucaristia, para saborear o dom da sua Presença, formar-nos na sua escola e viver cada vez mais conscientemente unidos a Ele, Mestre e Senhor. É Ele mesmo quem nos diz: "Aquele que me ama será amado por meu Pai: Eu amá-lo-ei e manifestar-me-ei a ele"".

Insiste o Papa que "só a partir deste encontro com o Amor de Deus, que muda a existência, podemos viver em comunhão com Ele e entre nós, e oferecer aos irmãos um testemunho credível, explicando a razão da nossa esperança".

Consequentemente, sublinha Bento XVI: "uma fé adulta, capaz de se confiar totalmente a Deus com atitude filial, alimentada pela oração, pela meditação da Palavra de Deus e pelo estudo das verdades da fé, é uma condição para poder promover um novo humanismo, fundamentado no Evangelho de Jesus".

Além disso, ressalta que no mês de Outubro, quando se retomam em muitos países as diversas actividades eclesiais depois da pausa do Verão, "a Igreja convida a aprender de Maria, mediante a oração do Santo Terço, a contemplar o desígnio de amor do Pai sobre a humanidade, para a amar como Ele a ama, pois este é também o sentido da missão".

Nenhum comentário: