quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Na Índia, missa comemora cem anos do nascimento de Madre Teresa e reúne mais de mil

Uma missa solene em Calcutá (Índia) abriu nesta quinta-feira as homenagens ao centenário do nascimento de Madre Teresa, a "santa dos pobres" que dedicou a vida a ajudar os necessitados desta cidade superpovoada do leste da Índia. Mais mil pessoas compareceram à cerimônia.

A celebração religiosa, presidida pelo cardeal Telesphore Placidus Toppo, que leu uma mensagem enviada diretamente pelo papa Bento 16.

Centenas de fiéis tiveram que ficar de fora da sede da congregação das Missionárias da Caridade, fundada por Madre Teresa em 1950.

Ao fim da missa, as sucessoras de Madre Teresa, Sor Nirmala e a atual presidente da congregação, Sor Prema, soltaram pombas em sinal de paz e compaixão.

Nascida em Skopje (Macedônia) em 26 de agosto de 1910, Madre Teresa, cujo nome era Agnes Gonxha Bojaxhiu, chegou como freira à Índia em 1929 e obteve a nacionalidade indiana em 1951.

Depois de uma vida dedicada aos pobres, enfermos e desabrigados dos bairros pobres de Calcutá a partir de 1948, Madre Teresa recebeu o prêmio Nobel da Paz em 1979. Ela faleceu em 1997 e foi beatificada por João Paulo II em 2003.

Vencedora do Prêmio Nobel da Paz, Madre Teresa terá os cem anos de seu
nascimento lembrados em homenagens ao redor do mundo.

AO REDOR DO MUNDO

Ainda na semana passada diversos países, como a Índia, Albânia, Dinamarca e Macedônia afirmaram que a quinta-feira seria marcada por diversas homenagens à freira.

O Parlamento macedônio promoverá uma sessão especial, que será seguida da apresentação do Prêmio Madre Teresa.

No mesmo dia, na Sérvia, uma missa solene será celebrada na Catedral do Sagrado Coração pelo arcebispo de Belgrado, Stanislav Hoevar, e uma mostra fotográfica será aberta. A celebração do centenário segue no país até o final deste ano.

Na Albânia, uma peregrinação nacional está programada também para o dia 26. Já Kosovo, de onde eram seus pais, proclamou o ano de 2010 como o de Madre Teresa.

Em Roma, na Itália, o arcebispo da Basílica de São Pedro e vigário-geral para a Cidade do Vaticano, cardeal Angelo Comastri, presidirá na mesma data uma missa, da qual participarão as congregações e comunidades religiosas fundadas pela beata.

Liturgias e novenas estão previstas, além da capital italiana, em Turim, Gênova, Bolonha, Florença, Nápoles, Reggio Calábria, Palermo e Cagliari. Em Paris, na França, Madri e Barcelona, na Espanha, Copenhague, na Dinamarca, e Munique, na Alemanha, também ocorrerão festejos.

Em Nova Déli, um programa de eventos --iniciativa da Conferência Episcopal Indiana--, entre os quais um simpósio e espetáculos de teatro e dança, está previsto entre 23 e 31 de agosto. Na cidade haverá uma comemoração pública, que contará com a presença do presidente indiano, Pratibha Patil.

Na ocasião, o chefe de governo apresentará uma moeda dedicada à beata. Na Índia, o dia 26 de agosto é celebrado ainda como o Dia Nacional dos Órfãos, em reconhecimento à solidariedade de Madre Teresa para com os menores abandonados.

FONTE: http://www.folha.uol.com.br – 26/08/2010

Nenhum comentário: