segunda-feira, 29 de junho de 2009

JM do Divino Espírito Santo, em Manaus-AM, realiza Encontro de Espiritualidade.

O grupo da Juventude Missionária da Comunidade Divino Espírito Santo, Prelazia de Coari (Manaus-AM) realizou nos dias 24 e 25 de fevereiro, um retiro que teve como objetivo refletir o tema “Ser Discípulo de Jesus Cristo”.
Eram aguardados para o retiro 14 jovens, mas apenas 7 compareceram. Mesmo a dificuldade para transportar os retirantes até a Casa de Retiro Santo Afonso e a ausência de alguns membros do grupo, não impediram de fazermos nosso retiro do qual obtivemos grandes proveitos. Em primeiro lugar, porque o local afastado do barulho da cidade propicia um momento mais tranqüilo para entrarmos em sintonia com Deus, através da oração e do contato com a natureza; em segundo lugar, pela oportunidade de, como jovens missionários, refletirmos sobre o “ser discípulo de Jesus” e descobrir que a atitude fundamental do discípulo é OUVIR. Sentar-se diante do Mestre e ouvir, como que extasiado. Ouvir de coração aberto. Sem barreiras, deixar-se invadir e se envolver por suas palavras. Sem deixar-se distrair por nada deste momento extraordinário de intimidade com o Senhor. Essa é a única coisa necessária: tornar-se seu discípulo e ouvir sua palavra. O resto é secundário.
Foi importante para nós também, descobrir que o discípulo nasce do encontro. Um encontro como o que ocorre na adesão dos primeiros discípulos de Jesus (Jo 1,35-51). Um encontro pessoal muito forte dos dois com Jesus. Um encontro que Jesus espera que também nós façamos e renovemos, um encontro forte e pessoal com Ele, para renovar nosso discipulado. Um encontro face a face que nos transforme, ilumine e nos entusiasme.
Encontrar as pessoas e levá-las a ter um encontro forte e pessoal com Jesus Cristo é o caminho da nossa missão, “Ide por todo o mundo, proclamai o Evangelho a toda criatura” (Mc 16,15-16); “fazei que todas as nações se tornem meus discípulos, batizando-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo” (Mt 28,19). Mas como podemos hoje encontrar, ou melhor, reencontrar o Cristo Ressuscitado?
Primeiro, na escuta da Palavra de Deus. Outro lugar em que se pode encontrar o Cristo é na Liturgia, principalmente na Eucaristia. Outro, ainda, é certamente na oração, tanto pessoal quanto comunitária. Outro lugar de encontro com Cristo, diz João Paulo II, são os pobres, nos quais Cristo quer ser identificado. Contudo, só veremos Jesus nos pobres, se tivermos conseguido construir um relacionamento pessoal muito forte e consciente com Cristo.
Como podemos perceber, existe todo um processo de crescimento e amadurecimento da pessoa para tornar-se um discípulo de Jesus, passando pela escuta do que Ele tem a nos ensinar, depois num encontro pessoal de profunda transformação. Partindo daí, o discípulo, pela intensidade da experiência feita com Cristo e pela adesão forte a Ele, transforma-se em missionário que vai em busca de outros e os conduz a Jesus Cristo. Essa é a missão da Igreja e de todos nós: ir em busca das pessoas, das comunidades, dos povos, da humanidade inteira e conduzi-los a Jesus para que este os transforme e os salve.
Procuremos, portanto, renovar em nós este espírito missionário, lembrando que, para sermos missionários, devemos ser profundamente discípulos e o discípulo se forma no encontro comunitário e pessoal com Jesus Cristo.
Carlos Adalberto.

Um comentário:

ccaclecio disse...

... depois do amor de jesus para com os pobres, não tem um valor maior e indubitavel do que o da união que construimos...