segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Dois Católicos são assassinados no Iraque



Dois crimes contra a comunidade cristã de Kirkuk, ao norte de Bagdá, foram registrados no fim-de-semana- mas somente hoje noticiados pela agência AsiaNews - e tiveram como alvo dois membros de igrejas locais, que acabaram assassinados.

Na noite de ontem, Bassam Isho, 30, católico e funcionário de um restaurante no bairro de Muthana, foi assassinado a tiros, disparados por um grupo ainda não identificado.

Na última sexta-feira, na periferia de Kirkuk, foi encontrado às margens da rodovia para Bagdá, o corpo de Emmanuele Hanna Polos, 61, cristão, também assassinado a tiros.

Os homicídios do fim-de-semana são os últimos episódios de uma longa faixa de sangue e violência: em agosto, bombas explodiram na igreja de São Efrem, também em Kirkuk. Poucos dias antes, uma bomba automática eclodiu em frente à igreja Sírio-católica da Sagrada Família, deixando 15 feridos.

Os cristãos no Iraque estão se tornando cada vez mais o alvo principal do fundamentalismo islâmico ainda ativo e, ao mesmo tempo, também são vítimas de rixas locais.

Kirkuk tem 900 mil habitantes, as jazidas de petróleo mais importantes do Iraque e há muito tempo está no centro de um conflito étnico e político entre árabes, turcomanos e curdos. Os curdos querem que a cidade seja anexada ao Curdistão, enquanto árabes e turcomanos apoiam a atual ligação com o governo central do Iraque.

Fonte: Rádio Vaticano

Nenhum comentário: